Tempos difíceis

03 julho 2011

Ontem tive uma recaída, por assim dizer. Um sentimento de desesperança em relação aos meus planos. Nesse tipo de situação eu considero e reconsidero todas as variáveis, todas as escolhas, até as possíveis renúncias. Não que a situação seja de todo ruim. Longe disso. Percebi que muita coisa pode mudar pra melhor nos próximos cinco anos. Posso conseguir uma bolsa de mestrado, posso arranjar empregos de verão, enfim. Mas sei que são hipóteses. Preciso me ater às possibilidades reais e à minha situação atual. Nivelar por baixo mesmo, pra não gerar expectativas que, se infundadas, vão me render frustração. Seria um pouco mais fácil se eu tivesse algum tipo de apoio financeiro, especialmente com o bendito curso de francês. Não posso abrir mão dele. Quanto ao apoio psicológico, acho que eu não poderia estar melhor. Namorado já avisou que vai viajar comigo. Várias amigas também ficaram tentadas - e eu realmente estou torcendo para que vocês possam ir pra Londres, gurias. Ter criado esse blog deixou tudo um pouco mais doce. Não achava, de verdade, que fossem abraçar a idéia. Quando a Tai inaugurou a Vakinha, tive um princípio de surto aqui!

Meu próximo passo é seguir o conselho da Duda: buscar a melhor forma de guardar o dinheiro da viagem. Já tive uma conversa preliminar com a minha mãe sobre isso, mas preciso dar uma passada no banco pra tirar todas as minhas dúvidas. Pretendo fazer isso ainda essa semana, sem faltas. Depois compartilho com vocês.

6 comentários

  1. Nossa, sempre bate um desespero mesmo. Mas vai dar tudo certo. Estou na torcida :)

    Olha, eu acho que o melhor jeito de você guardar seria com uma poupança. É super fácil de abrir no banco e não tem que pagar nada e ainda rende, mesmo que a juros mega baixos. Mas rende :D
    Além disso, é mais fácil você controlar também.

    =*

    ResponderExcluir
  2. Eu num vou segurar vela pra ninguém, hein? HAHAHAHA
    Calma, cê vai conseguir.
    Te falar que meu pai começou a juntar moeda de um real no fim do ano passado. Ele quebrou o pote essa semana e tinha mil e 500 reais. Tipo, junte troco também.

    XX

    ResponderExcluir
  3. Minha mãe me deu algumas sugestões relacionadas a poupança, Laurel, e tem uma que parece um pouco mais rentável. Mas eu sou confusa e tenho que ver isso aí com calma, HAHAHA.

    E Tai, cê nem vai segurar vela. Do jeito que a galere empolgou, vai é virar um grupo de viagem isso aí.

    Pede aí pro teu pai explicar o segredo do sucesso!

    :*

    ResponderExcluir
  4. Só não falo q vou te fazer companhia nessa viagem, por que eu tenho um projeto meu que é o de conhecer o Canadá, mas no meu caso não seria só uma viagem pra lá, mas sim, ir pra lá pra morar mesmo. Depois olha meu novo blog, vc me inspirou e vc começar a falar sobre o meu projeto! Bjos

    ResponderExcluir
  5. Isso mesmo, My! Sem desanimar :)
    A melhor coisa que tu pode fazer por enquanto e pesquisar tuas possibilidades mesmo e o banco vai te ajudar bastante, eles tem várias opções legais :)
    Qualquer coisa, pode falar comigo.
    Beijinhos!


    ps: dps da minha viagem pra Orlando temos que nos encontrar! to com saudadeees :*

    ResponderExcluir
  6. Bem, Dy, se tu não puder ir comigo pra Londres, pelo menos eu posso juntar dinheiro pra te visitar no Canadá! Haha. :D

    Espero te encontrar em breve, Du. :*

    ResponderExcluir