Goodbye, London. Hello, Rio.

12 agosto 2012


Fiquei feliz quando soube que o encerramento das olimpíadas de Londres cairia em um domingo. Não consegui assistir a abertura na íntegra porque estava atarefada com coisas da faculdade – pois é, minhas férias não duraram quase nada -, mas vi muita gente debatendo a respeito no Facebook e, em linhas gerais, gostei bastante do que vi. Como eu não poderia gostar, né?

Aí tá. Antes das cinco horas de hoje eu já estava grudada na TV e vi desde o comecinho. Esculhambei muita coisa via Twitter, reclamei do excesso de Beatles, quase saí dançando com os Bee Gees, achei a apresentação das Spice Girls muito curta e, obviamente, chorei com o Queen. Senti falta de uma ou outra coisa, mas nada que comprometesse a lindeza que foi o espetáculo. Aí o Brasil “tomou posse”... E a palhaçada começou.

Queridos, qual é o problema de vocês com o Brasil e com a cultura brasileira? De verdade, qual é? Eu vi cada comentário no mínimo espaço de dez minutos a que o Brasil teve direito na cerimônia que me deixaram seriamente preocupada e triste com o tanto de coisa que ainda vai ser dita até 2016. Por que raios nós ainda não nos livramos desse complexo de país colonizado? Por que tudo que está além do Atlântico é necessariamente melhor?

Vocês podem argumentar que foi tudo muito clichê, e nesse caso eu não vou discordar. Mas quem disse que as cerimônias de abertura e encerramento das olimpíadas de Londres foram originais ou inovadoras? E quem foi que disse que precisam ser originais ou inovadoras? Aliás, como uma cerimônia que toca Beatles zilhões de vezes pode ser tão de outro mundo assim?

Sinceramente, o meu palpite é que grande parte das pessoas não entende quase nada de cultura – nem de cultura britânica, nem de cultura brasileira. Se você viaja pra Londres só pra tirar uma foto na frente do Big Ben e através da Abbey Road, você muito provavelmente não entende de cultura britânica. E se você torce o nariz pra escutar qualquer música em língua portuguesa, você provavelmente também não entende nada de cultura brasileira.

O Brasil é um país cheio de problemas? Sem dúvidas. Mas por acaso vocês realmente acham que tudo é maravilhoso na Inglaterra? Aliás, vocês acreditam, de coração, que existe algum canto habitado nesse planeta que não tenha lá os seus problemas? Então por favor, parem de fingir que se importam só quando rola esse tipo de evento e façam alguma coisa no restante do tempo! Comecem por vocês mesmos - quem sabe a gente não vê um Brasil bem melhor daqui uns anos?

E que venha Rio 2016. :)

36 comentários

  1. Ia fazer um mega comentário, mas você disse tudo o que eu penso.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com tudo que vc disse.

    ResponderExcluir
  3. Perfeito seu texto, Mylla! Eu achei a apresentação brasileira muito muito boa, retratou bem nossa cultura. E melhor: sem mostrar nenhuma mulher seminua!

    E concordo em outro ponto também: a apresentação das Spice Girls foi extremamente curta! Fiquei até o fim pedindo que elas voltassem hahaha!

    ResponderExcluir
  4. O meu ponto preferido foi a apresentação do Pet Shop Boys, sem dúvida!

    ResponderExcluir
  5. Ah, Phanie, acho que tu devia ter feito o teu mega comentário, viu? Hahaha. :P

    :*

    ResponderExcluir
  6. Tenho lá meus sentimentos contraditórios sobre mostrar ou não mostrar mulheres nuas, Tha, mas eu achei a apresentação muito linda. Só o Renato Sorriso quebrou as pernas da apresentação da Inglaterra!

    Acho que as Spice Girls deviam ter terminado a apresentação com Viva Forever. :P

    :*

    ResponderExcluir
  7. Meu preferido foi o Queen, Arash! HAHAHA. Mas durante a apresentação eu acabei baixando vários CDs, inclusive um best of dos Pet Shop Boys. :)

    :*

    ResponderExcluir
  8. Cara, a Diana escreveu um texto no tumblr, acho que tu viu, sobre como mesmo que a abertura/encerramento não forem tão gloriosas como foram as de Londres, pelo menos coração vai ter. E meu, vai falar que ela não tem razão? Quando a gente lembra que tem um pouquinho de orgulho nacional, acho que essa é uma das primeiras coisas que vem a tona e pra mim é verdade. Em todos os aspectos culturais do nosso país tem muito sentimento envolvido. Vamos fazer os gringo chorar tudo! HAHA <3

    ResponderExcluir
  9. Eu não vi o texto dela não, Tai, mas agora vou atrás dele! Hahaha. De qualquer forma, eu não acho que nossa abertura e encerramento vão ficar devendo pros de Londres. Achei tudo lá tão simples! Qualquer escola de samba do grupo especial do do Rio faz muito mais em menos de uma hora. E a graça é que foi simples, sabe? Referências que qualquer um saca e tal. Mas concordo nessa parte do coração. Acho que poucas aberturas vão conseguir se equiparar a Rio 2016 nesse quesito. <3

    ResponderExcluir
  10. ia fazer um ótimo comentario ,mas vc ja falou .kkkkkkk
    teu blog ta de parabénss!!

    http://loucapornada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Concordo com você.
    A população brasileira e principalmente a nossa geração, anda com um complexo de inferioridade, achando que todos os países prestam, menos o Brasil, que as vezes me irrita.
    Ótimo texto, seu blog é maravilhoso!
    Estou esperando ansiosamente por 2016 para ver o que vai acontecer, hihi

    beijos

    ResponderExcluir
  12. E o pior é que não é apenas um complexo de inferioridade não, Dede. Também rola uma preguiça, sabe? E uma certa arrogância, até.

    Também tou no aguardo de 2016! Fiquei com muita vontade de juntar uma graninha pra presenciar a cerimônia de abertura ao vivo.

    Muito obrigada pelo carinho. <3

    :*

    ResponderExcluir
  13. Eu tbm AMEI a cerimônia de encerramento e lamentei não poder ter visto toda a cerimônia de abertura :)
    Acho que o Brasil tbm tem grande capacidade para fazer uma festa bonita, afinal isso aqui não é só funk e samba, como mtus pensam. Eu mesma adorei a prévia que o Brasil deu em Londres e se souberem fazer, será algo fantástico!!

    http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu não entendo (muito) de cultura, mas tb não sou um caso perdido!

    O Brasil é cheio de problemas mas tem suas qualidades ...
    ...porém, o outro lado do Equador, principalmente Europa e Ásia me encantam, não por achar que lá tudo é perfeito, mas por uma questão climática e estética ... aquele lado combina mais comigo ... !
    Digo isso com uma breve experiência de uma semana "do outro lado". E com o coração -q

    ;*

    ResponderExcluir
  15. Também não acho que o Brasil seja só samba ou funk, Carolina, mas sinceramente, não consigo imaginar uma cerimônia que conte a história do Rio de Janeiro e que não faça menção aos dois ritmos. Enfim, vamos torcer para algo lindo! :)

    :*

    ResponderExcluir
  16. Como não vi seu blog antes?
    E daqueles que curto muito ler. Vou adicionar ao meu Google Reader. ;)

    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Mas ninguém é, Mônica! Hahaha. Só que também ninguém nunca vai saber o suficiente. Pelo menos não na minha opinião. Hahaha.

    Ontem mesmo eu tava questionando essa coisa da identificação. Falei por mim mesma, que quero conhecer Londres, Paris, Roma e Atenas. Oras, basta não ter matado muitas aulas de história pra sacar que todas essas cidades foram decisivas para a formatação do ocidente como conhecemos hoje. Então será que meu gosto é apenas meu gosto ou rola, sim, uma certa influência por conta da importância histórica? Afinal, ouvimos praticamente desde sempre que o modelo de civilização é o francês e que nós, meras colônias de um país que também já não é lá aquelas coisas em comparação com o resto da Europa, somos desprovidos de grandes qualidades. Acho que essa linha de pensamento pode se estender para o oriente, que parece te agradar. Não aprendemos a admirar os orientais por uma suposta formalidade? E puxa, se a gente fala de oriente, o que vem logo na cabeça é China e Japão. E o oriente é metade do planeta, cara! HAHAHA.

    Enfim, divaguei horrores. Não acho que exista algo de errado em curtir outras culturas. Pelo contrário, se eu pudesse, dava uma volta nesse mundão! HAHAHA. Mas acho injusto o desprezo com que as pessoas tratam a cultura brasileira, que porra, no fim das contas é um caldeirão onde se justamente se misturaram europeus, africanos, asiáticos e americanos. É algo fantástico e merece o devido respeito.

    :*

    ResponderExcluir
  18. HAHAHA, e eu de olho no seu blog há um tempinho já, Vagner! :P

    Seja bem-vindo. <3

    ResponderExcluir
  19. Os brasileiros são extremamente preconceituosos consigo mesmos, tem muita vergonha de sua cultura , principalmente a mais folclórica , coisa que em muitos lugares não acontece , muito pelo contrário .

    ResponderExcluir
  20. Sabe que eu acho brasileiros preconceituosos de um modo geral, Andy? O que, no caso de coisas como o folclore, é uma tremenda besteira, hahaha. Adoro o folclore de Florianópolis, por exemplo. :)

    :*

    ResponderExcluir
  21. Eu concordo com você. Muita gente ficou reclamando no Twitter como se o Brasil não tivesse nada a oferecer. Sendo sincera, eu não sou a pessoa mais patriota que existe, mas eu acho que o Brasil tem uma cultura riquíssima. E eu tenho esperanças de o Brasil fazer bonito na abertura em 2016. Prefiro acreditar que eles irão valorizar o "lado bom" país. Que eles irão realmente valorizar as nossas músicas, que aliás temos vários artistas incríveis aqui. É a oportunidade de eles mostrarem que somos mais do que o mundo vê no Carnaval.
    Agora, com relação as várias vezes que tocou Beatleas eu não posso falar muito, porque eu sou fã da banda. Então eu confesso que curti bastante. Mas também queria que as Spice Girl tivessem cantado mais. Poxa, relembrei a minha infância, rs.

    Beijos,
    Mih.

    ResponderExcluir
  22. Eu também não sou lá muito patriota não, Michelly. Hahaha. Até porque acho que patriotismo tende a ser meio extremo, então seria como se o Brasil não tivesse defeitos - o que não é verdade. Acho o Brasil tão fascinante quanto qualquer outro lugar do mundo pode ser, sabe? E quero ter grana pra explorar cada canto dele ainda, porque pô, é um país de proporções continentais! Hahaha.

    E sei lá, eu não acho que o Brasil deva esquecer do carnaval na abertura das olimpíadas. Somos mais do que isso? Com certeza. Mas o que pra nós parece ser apenas a_orgia se relaciona muito intimamente com a histório do Rio de Janeiro e pode muito bem soar como uma coisa extremamente bonita pros gringos. E o que eu vi de gringo falando da beleza do carnaval do Brasil não foi brincadeira, sabe?

    Mas olha, não falei dos Beatles por questão de qualidade! Hahaha. O que quis dizer é que é a coisa mais clichê do mundo associar a Inglaterra aos Beatles e os ingleses podem muito bem estar de saco cheio disso ou, como tu disse a respeito do carnaval no Brasil, terem esperado mais do que o óbvio. Beatles é super óbvio. E apesar de eu achar as Spice Girls altamente legais, também não tenho lá aquela crença de que eles se sintam culturalmente representados por elas e nem que elas seriam a escolha deles para se mostrarem ao mundo, caso tivessem a oportunidade de opinar a respeito da cerimônia. :P

    Caramba, eu falo muito.

    :*

    ResponderExcluir
  23. "Enfim, divaguei horrores. Não acho que exista algo de errado em curtir outras culturas. Pelo contrário, se eu pudesse, dava uma volta nesse mundão! HAHAHA. Mas acho injusto o desprezo com que as pessoas tratam a cultura brasileira, que porra, no fim das contas é um caldeirão onde se justamente se misturaram europeus, africanos, asiáticos e americanos. É algo fantástico e merece o devido respeito."

    Sem mais, falou tudo nessa última parte!

    E sobre o fato de sempre lembrarmos de China e Japão quando falam em Oriente, infelizmente acontece e as vezes deixamos de ver outros lugares que me parecem maravilhosos por aqueles lados. Na verdade cada pedacinho de terra tem suas coisas maravilhosas e outras não tanto, nós que nos identificamos como tu disse talvez por uma questão histórica ... também social, enfim!

    ;*

    ResponderExcluir
  24. Exatamente, Mônica. :3 Tu falou de oriente agora e eu pensei aqui que ainda quero babar pelo Taj Mahal ao vivo, quero estudar muito mais dos países onde predominam o islã... A vida parece tão curta pra conhecer tudo isso. :P

    :*

    ResponderExcluir
  25. Foi um lindo espetáculo, principalmente a parte da apresentação da cultura brasileira...

    Espero que o Brasil faça sua parte!

    ResponderExcluir
  26. Parece ser mesmo, Claudiomar. =)

    ResponderExcluir
  27. Concordo contigo, Luan. E estamos todo na torcida, certo? \o/

    :*

    ResponderExcluir
  28. Estou ansiosa para o Rio 2016, apesar de todos os problemas do nosso país, acho que vai ser uma boa ;D
    Mas temos que melhorar muito esse quadro de medalhas :/

    ResponderExcluir
  29. Eu também acho que no fim vai dar tudo certo, Ravi. E espero poder ir até lá pra acompanhar. \o/

    Acho que o investimento tem que ir para além do evento e atingir nossos atletas. Quem sabe em médio prazo conseguimos muito mais medalhas. :3

    :*

    ResponderExcluir
  30. Garotaaaa! Virei tua fã depois desses teus comentários, de verdade. Não vou te dizer que sou a maior patriota que o Brasil já viu, mas acho péssimo - pra não dizer ridículo - quando os próprios brasileiros esculhambam o Brasil, principalmente nas coisas mais simples como música e costumes. Fala sério, de onde foi que tiraram que a música brasileira é ruim? De onde tiraram que o brasileiro é vagabundo e burro? É o preconceito que cresce dentro do país contra o próprio país. Odeio isso.

    ResponderExcluir
  31. Eu também nem sou patriota não, Mariana! Hahaha. Mas se for pra ficar manifestando preconceito e ignorância, é melhor se calar, né? Sou meio que assim a respeito de qualquer assunto. XD

    :*

    ResponderExcluir