A Jovem Rainha Vitória

20 janeiro 2014


Quem acompanha o blog desde os primeiros meses deve lembrar que eu tive uma fase de verdadeiro fanatismo pela Rainha Vitória. Mas, sabe-se lá porquê, nunca cheguei a resenhar um dos meus filmes favoritos: A Jovem Rainha Vitória. Uma co-produção entre Reino Unido e Estados Unidos, A Jovem Rainha Vitória foi escrito por Julian Fellowes (mais conhecido como o criador de Downton Abbey) e dirigido por Jean-Marc Vallée.

Logo nos primeiros minutos do filme, somos convidados a entrar no Palácio de Kensington e conhecer o cotidiano da então Princesa Vitória de Kent. Única herdeira de seu tio, o Rei Guilherme IV, Vitória foi afastada da corte ainda criança por sua mãe e pelo conselheiro dela, Sir John Conroy. As intenções dos dois, no entanto, parecem ir muito além da mera vontade de proteger Vitória.

Atravessando o canal da macha e indo até a Bélgica, encontramos o Rei Leopoldo, outro tio de Vitória e um grande entusiasta do casamento dela com o Príncipe Albert da Saxônia. Vitória e Albert são primos e praticamente não se conhecem, o que faz com que Leopoldo incentive o sobrinho a passar temporadas em Londres na companhia da futura rainha.

Os anos sob constante vigilância materna fazem com que Vitória só possa sentir o gosto da liberdade quando efetivamente assume a coroa da Inglaterra. Contudo, o medo de ser manipulada faz com que ela cometa muitos erros e aproxime o país de uma verdadeira crise constitucional. A única coisa que parece se fortalecer, nesse período, é a sua relação com Albert.

Ai, gente, bem que esse filme podia ser rebatizado para The Albert Movie, viu? Emily Blunt tá linda como Vitória e tudo mais, mas Rupert Friend não apenas tá lindo como tá uma fofura só. Albert tentando impressionar Vitória quando eles se conhecem, aprendendo a dançar valsa por causa dela, ficando ansioso com a correspondência e sendo bobo na lua de mel são, de longe, as melhores partes pra mim!

Aqui o trailer:

2 comentários

  1. Gostei dos detalhes que você mencionou no último parágrafo, Não sei se é um defeito meu, mas sempre imaginei uma certa frieza nas pessoas da realeza (a rima não foi intencional. rs).

    Você de algum link para baixar esse filme?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, quando se trata de Victoria e Albert não tem nada disso de frieza não! Hahaha. Inclusive a Victoria era loucamente apaixonada pelo Albert, ficou de luto pelo resto da vida depois que ele morreu.

      Eu baixei o filme no Pirate Bay, hehehe. XD

      Excluir