Dracula

19 fevereiro 2014


Dracula me interessou por três motivos: Jonathan Rhys Meyers (o Henrique VIII de The Tudors), Katie McGrath (a Morgana de Merlin) e Londres. No entanto, a série criada por Cole Haddon e transmitida pela NBC não demorou nada a me provar que tem muitos outros méritos além da presença dos meus queridinhos, ganhando um lugar cativo no meu coração.

A trama começa com a chegada de Drácula à capital inglesa. Sob a identidade de Alexander Grayson, um bem-sucedido empresário americano, seu objetivo é levar os benefícios da ciência moderna à sociedade vitoriana e, durante o processo, se vingar de todos aqueles que destruíram sua vida e a de sua esposa séculos antes, quando ele ainda atendia pelo nome de Vlad Tepes.

O grande problema nessa história é que a esposa de Vlad reencarnou como Mina Murray, uma jovem estudante de Medicina que está prestes a noivar (de um cara muito babaca, por sinal). Logo fica claro para os inimigos de Drácula que os sentimentos dele em relação à Mina são no mínimo suspeitos, o que faz com que ela se torne o ponto fraco do vampiro mais famoso de todos os tempos.

Falando em vampiros, preciso confessar que não ligava muito pra eles antes de Crepúsculo e peguei birra durante a febre. Juro que até tentei assistir Vampire Diaries e True Blood, mas elas me deram uma preguiça danada e não contribuíram em nada para os meus sentimentos. Por isso considero o fato de eu gostar de Dracula um grande progresso e tô morrendo de vontade de ler o livro do Bram Stoker.

Ah, e é importante comentar que eu vi um bocado de gente comentando que desistiu de Dracula nos primeiros episódios, então recomendo a vocês que dêem uma insistida caso não curtam de cara. A série vai melhorando ao longo da temporada e o último episódio é uma loucura só. Morri de raiva em várias cenas, de amor em outras e tô ansiosíssima pra saber como a história vai continuar, então é bom a dona NBC ser boazinha e não cancelar, hahaha.

Assistam ao trailer e me digam o que acham!

6 comentários

  1. Hey, o primeiro episódio deixa um pouco a desejar, mas depois só melhora *-* , ouvi boatos de problemas com o Jonathan, mas diz que já tinha isso em The Tudors então espero que continue, pq se cancelarem vou ficar muito chateada D:
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que o Jonathan já teve problemas com álcool e drogas, será que é alguma coisa do tipo? :(

      Excluir
  2. Eu não gostei desta serie. A única coisa que se salva, na minha opinião, é a presença do ator principal. A história é ruim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que a história seja propriamente ruim, mas alguns pontos poderiam ter tido um desenvolvimento bem melhor, com certeza. E sim, o Jonathan com certeza é um dos pontos mais fortes da série.

      Excluir
  3. Ainda não tive tempo de assistir. Mas como você disse tem o Jonathan, então logo devo começar. True Blod eu nunca vi, mas com TVD você não perdeu nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De True Blood eu até assisti duas temporadas, mas não consegui passar do piloto de Vampire Diaries, HAHAHAHAHAHA. XD

      Excluir