Intercâmbio na Irlanda: a experiência da Ariana

06 fevereiro 2014


Pausa nas minhas aventuras em Londres para uma coisa que eu sei que vocês gostam: entrevista com intercambistas! E para ninguém enjoar da capital inglesa, conversei dessa vez com uma moça que foi para a Irlanda. Acho, inclusive, que essa é a primeira vez que o blog conta a experiência de alguém que esteve na terra dos leprechauns, o que torna tudo ainda melhor, né?

Ariana Wolf nasceu em Joinville, maior cidade aqui de Santa Catarina, e vive por lá até hoje. É formada em Administração Industrial e Logística pela Univille e esteve na Irlanda há três anos. Vocês podem saber mais sobre ela no Facebook, no Instagram e também em seu blog, onde narra diversas experiências de viagem. Ariana já esteve na Bélgica, na Escócia, na Espanha, na França e por aí vai.

Vamos lá?


Por que a Irlanda?

Escolhi a Irlanda porque uma amiga minha foi em 2009. Na época tinha terminado um namoro e decidi que queria algo diferente pra minha vida. Queria mudar, inovar. Sempre gostei de inglês, mas nunca tinha levado muito a sério os cursos que fiz no Brasil. A Irlanda também era o país mais fácil e barato pra entrar na época. Daí, juntou a fome com a vontade de comer e eu comecei a me organizar pra ir!


Como foram os preparativos para o intercâmbio?

Tudo começou em Março de 2010. Comecei a pesquisar preços de escolas através de agências de intercâmbio aqui do Brasil. Minha amiga me ajudou com dicas e tudo mais. Na época eu trabalhava numa imobiliária, então decidi que iria em 2011 pra Irlanda. Seria um ano de preparativos e daria tempo suficiente de juntar uma grana pra levar. Afinal, eu sabia que teria que me virar lá. Depois de muito pesquisar, escolhi minha escola e fechei o valor. Em julho de 2010 eu fiz o pagamento do curso através de boleto. Chorei de tanta emoção. Depois disso comecei a pesquisar preços de passagens aéreas. Resolvi que iria em março de 2011, dia 10, precisamente. Escolhi a cia aérea, e em outubro de 2010 paguei as passagens. Estava tudo pago e eu nem acreditava. Falei com meus superiores na empresa pra fazer um acordo, o que me daria uma graninha a mais, e assim fiquei na expectativa, contando os dias pra ir pra terra verde.


Como foi a sua vida de intercambista? As melhores partes e as nem tão agradáveis assim?

Meu intercâmbio foi a melhor escolha da minha vida até hoje. Lá eu conheci pessoas maravilhosas, amigos incríveis. A vida de intercambista não é fácil. No começo você passeia muito, pra conhecer a cidade e tudo aquilo que te chama atenção. Mas depois a realidade chega, e você sabe que precisa trabalhar. Daí começa a correria atrás de um emprego, o que nem sempre é fácil. No geral, minha vida lá foi sempre maravilhosa. Não consigo separar em melhor e pior parte dessa jornada, mesmo porque tenho muito mais coisas boas pra falar do que coisas ruins. Acho que algo bem chato que aconteceu lá comigo foi eu ter trabalhado e não ter recebido. É, gente, velhacos existem na Europa também!


Como foi lidar com o inglês? Você teve contato com o irlandês?

Desde o início tive contato com irlandês. Professores, amigos de trabalho e chefes! No início era muito difícil o inglês. Muito mesmo. Cheguei a achar que não iria aprender nunca. Nunca vi um inglês tão difícil, hahaha. Eles falam muito enrolado. Não tem como explicar. Mas, talvez por isso, eu não esquecerei o que aprendi.


Quais são os lugares imperdíveis a serem visitados na Irlanda, na sua opinião?

Todos! A Irlanda é linda e tem uma magia que só quem conhece essa terra consegue imaginar. O interior da Irlanda vale à pena ser visitado, por inteiro. Galway e Cork também. A Irlanda do Norte. Não consigo citar apenas alguns. Tudo lá é fantástico.


O que você tem a dizer para aqueles que sonham em fazer um intercâmbio?

Eu digo: vão! Todos deveriam fazer um intercâmbio. Morar fora ensina as pessoas a crescerem como seres humanos. A serem melhores, mais solidárias. A gente dá mais valor pro país que vive, para as pessoas que temos perto de nós. Intercâmbio deveria ser obrigatório!

15 comentários

  1. Nossa, eu nem lembrava mais dessa entrevista!
    Obrigada por compartilhar.

    Beijos.
    http://arianaviajante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu estou vendo de faezr intercambio para Londres, mas com a possibilidade de dar uma fugidinha até a Irlanda. E depois dessa entrevista fiquei com mais vontade ainda!

    http://ihurricanestars.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que legal!! Estou embarcando pra Irlanda no mês que vem! Vou fazer meu sonhado intercambio, quero conhecer muitas coisas! Amo ouvir relatos de que já esteve por lá! Amei a entrevista!

    Bjos

    www.embonita.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Cynthia, boa viagem! E vê se depois compartilha sua experiência com a gente também, né? Hahaha. :D

      Excluir
  4. Adorei ! estou me planejando pra um possível intercambio em 2015 , para Londres ! apenas um sonho !! <3 <3 Irlanda é Linda demais !

    Beijos Maary
    - Strange Myself

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá um pulo na Irlanda quando tu estiver em Londres, Mary! :D

      Excluir
  5. Tenho saudade até das chuvas e do vento <3

    ResponderExcluir
  6. Oiee. To ,e planejando para ir até fevereiro de 2015. Já estou juntando o dinheiro. O problema é que trabalho no Bradesco. Acha q vale a pena largar tudo, vender carro e ir me aventurar nesse intercâmbio de um ano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que eu não sou a melhor pessoa pra dar conselhos desse tipo, hahaha. Sou super medrosa, não jogaria uma boa situação no Brasil pro alto por um intercâmbio. Mas acho que só tu pode responder essa questão, no fim das contas. Avalia todos os prós e contras e vê o que te pesaria mais viver sem.

      Excluir
  7. Adorei a entrevista, sempre tive o interesse de ir paa Irlanda, uma conhecida minha foi pra lá e ficou por seis meses, mas acho que o ideal é quando se tem mais de 18 anos não é? Eu faço esse ano, e ainda pretendo conhecer a terra da famosa Guinness! Beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que essa questão da idade é beeem pessoal. Depende muito do que tu tem vontade de fazer lá fora. :)

      Excluir
  8. Que legal essa entrevista =)
    O sonho da minha vida é conhecer a Irlanda por inteiro! Fiz um curso de inglês como primeiro passo para realizar esse sonho (sei que no fim vou ter muita dificuldade, pois além da Ariana, ouvi muitas pessoas falando que o inglês deles é super difícil de entender) Ainda me falta guardar um bom dinheiro para ser o suficiente, mas tenho certeza que valerá a pena!
    Um beijo,
    Camila - docelalande.blogspot.com

    ResponderExcluir