5 dicas de cozinha pra quem mora sozinho

21 julho 2014



Como mencionei no meu post de apresentação, eu me mudei para Florianópolis no início deste ano, ou seja, saí da casa dos meus pais. Um dos maiores desafios que encontrei até agora foi a comida. Ao me mudar pra cá assumi as rédeas da cozinha porque a Mylla só sabe fazer café e pipoca.

Eu cresci numa família de descendentes de italianos, com uma avó e uma mãe cozinheiras de mão cheia, então é complicado evitar a comparação. O que me ajudou foi que algumas semanas antes de me mudar eu me enfiava na cozinha com a minha mãe pra ver se eu aprendia alguns dos truques que faziam a comida dela ficar tão gostosa. Eu aprendi algumas coisas e resolvi dar uma ajudinha pra quem está começando a se aventurar no mundo da culinária.

1. Temperos

Ao contrário do que eu pensava, não é só de amor amor que se faz uma comida saborosa. O segredo, na maior parte das vezes, está no tempero. Tenha sempre temperos básicos como pimentas (eu prefiro preta e calabresa), folhas de louro, cominho, curry, manjericão e alecrim. Obviamente existem vários outros, mas acho que estes são os mais fáceis de usar.

2. Cebola e Alho

Tem gente que não curte muito estes vegetais, mas na minha opinião a comida fica extremamente sem graça sem uma cebolinha e um alho refogado. É só cortar bem picadinho que ninguém irá reclamar.

3. Sal

Sal é o tempero mais utilizado na culinária desde sempre. No entanto, tem que ser utilizado numa medida moderada, nem demais nem de menos. Uma dica que a minha mãe me deu é fazer um "sal temperado": bata no liquidificador sal e temperos de sua preferência e guarde em um vidro bem fechado para não pegar umidade. Este truque é uma mão na roda pra quem não sabe usar temperos muito bem ou tem preguiça de ficar testando temperos.

4. Faça em quantidade

Se você não tem muito tempo para cozinhar ou não tem muito saco, faça comidas mais demoradas em quantidade maior e congele. Isso funciona para grãos como feijão e lentilha, para carnes e até mesmo lasanha.

5. Guarde apropriadamente

Sempre tenha em mão potes de vidros com tampas herméticas, papel alumínio e plástico filme. Com estes materiais você poderá guardar a sua comida que sobrou na geladeira ou no congelador, conservando o sabor sem ocupar muito espaço e sem deixar cheiro ruim.

E ai, gostaram das dicas? Estamos aceitando dicas novas também, dividam as de vocês com a gente!

6 comentários

  1. Não curto muito pimenta, mas alho e cebola são essenciais. Não consigo cozinhar sem.
    Cozinhar é tentativa e erro mesmo, mas descobri que é um excelente hobby.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pimenta é um negócio bem particular mesmo, eu nem deveria comer na verdade, por problemas gástricos, mas eu adoro! Cebola e alho <3
      Realmente, é tentativa e erro, mas é bastante gratificante quando uma receita dá certo.

      Excluir
  2. Amei as dicas *-*
    Não costumo usar muitos temperos quando cozinho. preciso aprender ne?

    www.chadecalmila.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não costumava, Camila. Mas depois de um tempo parecia tudo meio sem gosto pra mim, acabei me rendendo e comecei a usar. Hehehe.

      Excluir
  3. Parabéns Carol. Vou dar um pitaco também.
    Tem um tempero uruguaio chamado chimichurri, a venda em todos os supermercados brasileiros, que dá um excelente sabor às carnes em geral, também pode ser usado nos vegetais.Existe em duas versões, particularmente prefiro o seco.Quem gosta de tempero exótico pimenta síria dá um toque muito especial em carne moída, moranga cabotiá, filé de frango, almôndegas. Enjoy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, hoje estava justamente pensando que esqueci de falar do Chimichurri no post. Obrigada por lembrar, mamãe!

      Excluir