Entre igrejas e museus

23 julho 2014


Tem coisas que simplesmente ultrapassam a minha imaginação, por mais criativa que eu me considere. Esse é o caso da Catedral de St. Paul, que é infinitamente mais interessante e bonita do que eu pensava. Uma pena que não seja possível fotografar a parte interior das igrejas de Londres, porque nada do que eu disser aqui vai ser suficiente.


Bem, o local onde se encontra a catedral abrigou a primeira igreja da Inglaterra, construída no ano de 604 (!). O prédio original foi reformado várias vezes e passou por pelo menos dois grandes incêndios. Em 1669, Sir Christopher Wren recebeu a missão de realizar uma nova e grande reforma. Foi assim que St. Paul ficou do jeito que conhecemos hoje.

Vários capítulos importantes da história inglesa aconteceram entre as paredes da catedral, como os funerais de Horatio Nelson, Arthur Wellesley e Winston Churchill. Durante a Segunda Guerra Mundial, uma série de bombardeios danificaram algumas partes de St. Paul. O casamento do Príncipe Charles com a Princesa Diana também foi realizado ali. Tá bom, né?


Só reparem na cara de felicidade da nerdona.



Depois de fuçarmos tudo o que dava pra ser visto no térreo da catedral, decidimos subir até o topo para ver a cidade lá de cima. O caminho não é para qualquer um: se você perde o ar facilmente ou é meio claustrofóbico, talvez tenha que deixar essa parte do passeio de fora. Mas a vista compensa muito. Londres é magnífica de todos os ângulos!


Saímos da catedral no início da tarde e almoçamos em um restaurante italiano incrível que tinha ali perto. Então, rumamos para a nossa segunda parada do dia, o Tate Modern. Para chegar lá a partir de St. Paul, basta atravessar a famosa Millennium Bridge. Nesse ponto da viagem eu meio que já estava acostumada com o fato de que todos os pontos turísticos de Londres ficam próximos uns dos outros...

Olha aí a catedral vista de dentro do Tate. :D


Como o próprio nome já deixa entrever, o Tate Modern é inteiramente dedicado às artes moderna e contemporânea. Atualmente, é uma das principais atrações da capital inglesa e seu acervo conta com obras de grandes nomes do mundo das artes, como Picasso, Matisse e Mondrian. Já comentei por aqui que não sou grande fã de galerias, mas gostei bastante do Tate!


Lá pelo fim da tarde, demos um pulo em uma Starbucks ali perto da Catedral de St. Paul e depois resolvemos voltar para o hostel. No meio do caminho, encontramos essa placa engraçadinha e quase ficamos por ali para beber. Sério, acho que tá pra nascer povo mais metido a engraçadinho! Hahaha. Saudades dos ingleses.

4 comentários

  1. Já comentei 3 vezes e nada. Acho que é bug. ):

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso acontece comigo de vez em quando, mas não sei qual é o problema. :/

      Excluir
  2. esse com certeza estará no meu roteiro, adoro ter essa vista!!! Perfeito!!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma das coisas mais legais que fiz em Londres, sem dúvidas! <3

      Excluir