Viagem dos sonhos: a história da Leide

29 agosto 2014


Sou uma pessoa muito sonhadora. Sonho todos os dias da minha vida. Mas ficar só no “sonhar” não estava me ajudando em nada. Só estava acumulando sonhos, sempre os deixando para o futuro. Tinha me esquecido que o futuro é feito do agora.

Meu nome é Leide Araújo, tenho 16 anos e sou de São Paulo. Muitos pensam que morar na capital é ter uma porta de entrada para tudo. Sim, isso é verdade. Mas não para uma pessoa de classe média. Sempre quis trabalhar, juntar dinheiro e fazer meu mochilão pela Europa, principalmente por Londres.

Procurava emprego todos os dias. Conseguia dezenas de entrevistas, mas nunca passava. Sabe o motivo? Eu escolhia demais. Queria apenas vagas grandes, com salários maiores ainda. Querer o melhor não é pecado, mas aquilo já era ambição.

Não estava indo para lugar algum, e quanto mais eu demorava, mais adiava meu sonho. E foi depois de ler um livro chamado
Malas, memórias e marshmallows que eu percebi que tinha que tomar uma decisão. Decidi sair da minha zona de conforto e lutar pelo meu sonho. E estou aqui, trabalhando como operadora de caixa. Faz só dois meses, mas com o que eu ganho já consegui programar uma viagem para a Argentina no ano que vem e, pelos meus cálculos, vou conseguir ir para Londres daqui dois anos e meio. Parece estar distante, mas para quem esperou seis anos, isso é muito pouco.

Com esse trabalho novo, percebi diversas coisas e estou me conhecendo cada vez mais. Descobri que eu nunca iria aguentar passar seis horas por dia dentro de um escritório vendo as mesmas pessoas e fazendo as mesmas coisas. No mercado, durante a copa, tive contato com vários turistas de todo o mundo, inclusive com os ingleses. Muitos simpáticos, por sinal. O que é mais legal nessa história é que meus patrões me apoiam muito no meu sonho. Todo dia de receber, eles me lembram de guardar dinheiro para o meu sonho.

A mensagem que eu quero deixar para vocês é para que lutem pelos seus sonhos. Eu tenho 16 e comecei a lutar pelos meus, e isso é muito gratificante. Ver as coisas acontecendo devido aos seus esforços. Tive que abrir mão de algumas coisas, mas isso tudo vai valer a pena. Vou começar meu curso de inglês e já estou imaginando a Argentina.

São as pequenas coisas que fazem os grandes momentos. Cada dia dentro do mercado volto mais inspirada para lutar e escrever. Esse contato com o público me deixa mais inspirada e está me ajudando muito na matemática. Espero que esse relato, por mais simples que seja, ajude vocês. Bons sonhos, só não esqueçam de acordar para realiza-los.




Leide Araújo tem 16 anos, é estudante e mora em São Paulo. Você pode acompanhar a empreitada dela rumo a Londres no blog que ela criou. E se você também quiser a sua história publicada por aqui, basta entrar em contato e pedir mais informações. A intenção é postar pelo menos um relato a cada mês.

4 comentários

  1. Gostei muito da historia dela, eu trabalho, estudo para conseguir uma vaga na universidade e estou guardando dinheiro para ir a Argentina, meu primeiro destino e depois realizar meus outros sonhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser contar um pouco mais sobre a tua relação com a Argentina aqui no blog, tá mais que convidada! <3

      Excluir
  2. isso que é força de vontade, desde os meus 15 anos meu sonho era a Disney e também tem a minha paixão pelos Beatles e o meu sonho também era liverpool, quando fiz 18 anos decidi que ia conhecer a Inglaterra, mas também tinha o grande sonho de ter meu próprio lar, foram muitos anos de trabalho, enfim há dois anos atrás consegui meu tão sonhado ap. Agora com meus 31 anos vou conseguir realizar o sonho de ir à Londres, através de um intercâmbio de 4 semanas que é o meu período de férias do trabalho, estou super ansiosa e feliz! Estou adorando acompanhar seu blog! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua história também é bem inspiradora, Glaucy! Se quiser compartilhar aqui no blog, sinta-se mais do que convidada. ^^

      Espero que goste de Londres e continue me acompanhando! <3

      Excluir