Uruguai e Argentina: quanto eu vou gastar?

09 fevereiro 2015


Quando voltei da Europa, várias pessoas perguntaram quanto gastei no total. Para ser sincera, acho essa pergunta bem invasiva, especialmente quando vem de desconhecidos. Mas a pior parte é quando a pessoa não acredita que a resposta não importa muito. Somos diferentes uns dos outros e nossas prioridades também são. Logo, não tenho como saber quanto você vai gastar!

Ainda assim, gosto de mostrar para as pessoas que viajar pode ser uma coisa acessível, desde que se queira muito isso e haja dedicação integral a esse objetivo. Então, resolvi compartilhar com vocês os cálculos que me levaram ao valor que eu pretendo juntar durante esse ano para conhecer o Uruguai e voltar à Argentina. Será que eu consigo?

Data e duração da viagem

Por enquanto, minha ideia é viajar entre dezembro e janeiro. Como sou freelancer e não tenho férias de verdade, devo aproveitar as datas próximas às festas de fim de ano porque é quando a quantidade de trabalhos costuma cair. No total, quero passar dez dias fora: seis no Uruguai (Montevideo e Colônia do Sacramento) e quatro na Argentina (Buenos Aires).

Todo os meus cálculos foram baseados na premissa de que eu vou viajar nessa época. Como as companhias aéreas ainda não estão vendendo passagens para janeiro, fiz as estimativas usando a última quinzena de dezembro. Eventualmente, quero refazer todas as contas para ter o maior controle possível sobre a minha situação financeira.

Passagens

Tenho vontade de chorar toda vez que penso que já poderia ter conhecido boa parte da América Latina se não fossem os preços absurdos que as companhias aéreas daqui combram pelas passagens. Elas encarecem bastante qualquer iniciativa de viajar pelo continente. Querem ver um exemplo dessa brincadeira? Vou mostrar para vocês.

Uma passagem só de ida de Florianópolis para Montevideo na segunda quinzena de dezembro está saindo aproximadamente R$ 1107,00. Já o trecho entre Buenos Aires até a minha terrinha custa R$ 975,00. Tudo isso sem contar as taxas de embarque, viu? Sim, com um pouquinho a mais de grana dá para ir para os Estados Unidos ou a Europa!

Estou levando esse gasto gigantesco em consideração no meu planejamento, mas a minha ideia é comprar as passagens em promoção ao longo do ano. Também sou relativamente maleável em relação às datas da viagem, o que deve ajudar um pouco. De qualquer forma, prefiro me preparar para o pior. O importante é que o projeto saia do papel.

Hospedagem

Por sorte, a hospedagem é muito barata tanto no Uruguai quanto na Argentina. Com pouca grana, é possível ficar em um hostel cheio de regalias, como quarto para duas pessoas, ar condicionado e banheiro privativo. Sem contar as janelas! Ao contrário do povo de Londres, nossos hermanos não se importam em dividir um pouco do ar fresco com os turistas.

Em Montevideo, é possível gastar por volta de R$ 150,00 em quatro dias de hospedagem. Esses valores aumentam um pouquinho em Colônia do Sacramento: R$ 100,00 para dois dias. Já em Buenos Aires, você gasta uns R$ 200,00 em quatro dias e consegue se hospedar em hotéis (sim, hotéis!) realmente legais. Bom, né?

Alimentação, locomoção, passeios e compras

Como já visitei Buenos Aires e costumo acompanhar a cotação das moedas dos dois países, sei mais ou menos quanto devo levar para aproveitar ao máximo: R$ 100,00 por dia ou R$ 1000,00 no total. Quero ver e comprar tudo o que me der vontade, sem privações. Mas se você quiser, pode muito bem viajar com a metade desse valor.

Quanto guardar?

No total, essa brincadeira toda vai dar R$ 3532,00. Como eu gosto de números redondos e sempre costumo guardar um pouco a mais só por uma questão de segurança, pretendo juntar R$ 4000,00. Mas não acho que vou gastar tudo isso com a viagem. Se tudo der certo, a grana que sobrar vai ser o pontapé inicial de algum outro projeto!

E então, gostaram de saber um pouco mais sobre o meu planejamento? Vocês também estão se preparando para viajar? Comentem!

8 comentários

  1. Amei o post. Ótimas dicas, temos que pesquisar bastante mesmo para não dar nada errado e acabar tendo dinheiro de menos na viagem kkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltar dinheiro em uma situação dessas é um dos meus maiores medos! Hahaha.

      Excluir
  2. Estou sonhando com as suas séries de postagens sobre balanço do mês, roteiros e curiosidades sobre Argentina e Uruguai, por favor! *-*
    Gostei do valor estimado para a viagem, considerando todos os fatores mencionados. Só uma dúvida: viajar nesse período de fim de ano não fica bem mais caro?
    E é triste as passagens para países vizinhos ser tão caras. Deviam nos incentivar a viajar pela América do Sul, valorizar culturas mais próximas ao nosso país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que ver ainda como vou fazer o balanço do mês, quero dar uma repaginada nessa ideia. XD

      Eu acho que viajar nesse período é mais caro sim, mas realmente não tenho como fazer diferente por causa da faculdade e do trabalho. O jeito é torcer por uma promoção. :~

      Excluir
  3. Kamylla... Antes de mais nada, já te sigo no insta, mas nunca tinha lido seu blog... to amando! Deixa eu me meter um pouquinho... Estive em Buenos Aires em dezembro, e vou te falar uma coisa... Não tá dando pra se virar com 100 reais por dia. Eu sempre faço essa mesma "conta" que vc, geralmente na moeda local, mas como o Peso é bem abaixo do real, calculei em reais mesmo... não rola... Ainda mais se a intenção é não se privar de nada... coloca o dobro nisso.
    Bjs..
    Sil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina!! Aqui vai mais uma! Não troque dinheiro em banco... não vale a pena. No banco eu paguei R$ 1,00 = AR$ 3,50. No hotel estava a AR$ 4,00, com cambistas chegava a AR$ 4,80 e algumas lojas, restaurantes e tal, faziam a AR$ 5,00.
      Outra... Não sei se vc já foi, mas se não tiver ido ainda, vale a pena o tour guiado pela Casa Rosada... É lindíssimo!!! E o melhor, é "di grátis"!!! :-)

      Excluir
    2. Minha ideia é trocar dinheiro nas casas de câmbio do Centro, como fiz na outra vez. :)

      Excluir