5 dicas para mulheres que querem viajar sozinhas

07 maio 2015


Quando falo de viagens com amigas, muitas vezes eu escuto coisas do tipo “como eu queria ter coragem de viajar sozinha” ou “você não tem medo? Não acha perigoso?”. Estas dúvidas e medos são compreensíveis - de fato, é mais perigoso para mulheres viajarem sozinhas por aí. No entanto, tomando certos cuidados, é possível sim viajar e se divertir sozinha e com segurança. Reuni algumas dicas para quem está querendo viajar sozinha, mas ainda está com receio:

1. Escolha um lugar seguro
É meio bobo falar isso, até porque existe violência - principalmente contra a mulher - em qualquer lugar do mundo. No entanto, em alguns lugares esta violência é mais extrema, a ponto de que não é recomendável uma mulher sair sozinha na rua. Existem diversas listas na internet sobre lugares perigosos e seguros para mulheres fazerem turismo. Dando uma boa pesquisada, você certamente irá encontrar algo do seu interesse.

2. Cuidado à noite
Não vou dizer para você não sair sozinha à noite, até por que seria hipócrita da minha parte - eu mesma saía sozinha em Nova York, que não é exatamente conhecida por ser uma cidade segura -, mas caso saia, tome algumas precauções: ande por ruas bem iluminadas e movimentadas, não carregue bolsa grande ou jóias chamativas e não ande com celular ou dinheiro à mostra. Caso perceba alguém seguindo você, procure algum estabelecimento comercial aberto, entre e peça ajuda. Se possível, pegue um táxi para distâncias maiores que quatro quadras, principalmente se já for bem tarde e as ruas estiverem vazias.

3. Fique esperta
Quando perceberem que você está sozinha, é possível que vendedores tentem tirar proveito, principalmente se você não souber falar a língua muito bem. Não se deixe enrolar por preços suspeitos, promoções incríveis ou vendedores que tentam lhe empurrar coisas que você não precisa. É bom sempre ter uma ideia do quer comprar e quanto custa cada coisa para não cair em ciladas para turistas.

4. Cuidado com estranhos amigáveis
É comum no exterior que as pessoas se interessem pelo seu sotaque ou sua aparência e queiram sabem mais sobre você ou de onde você vem. Tome cuidado para não passar informações demais, que podem acabar lhe prejudicando. Em muitos lugares, as mulheres latino-americanas - em especial as brasileiras - são vistas como potenciais prostitutas e muitas são vítimas de tráfico sexual. Não se deixe enganar por um carinha bonito que quer saber tudo sobre você. É legal fazer amigos, mas tenha cuidado.

5. Não tenha medo de se divertir
Sempre escuto que é chato não ter com quem dividir uma viagem. Às vezes, realmente a gente sente falta de ter alguém conhecido com quem conversar, fazer um comentário ou mostrar alguma coisa. Ficar pedindo para pessoas aleatórias tirarem as suas fotos pode ser ruim, mas viajar sozinha tem suas vantagens. Você monta o seu roteiro com os seus horários, sem ter que se sentir na obrigação com ninguém. Tem coisa melhor que se divertir sem culpa? Bota a cara no mundo e faz o que você quiser!

E aí, sentiu falta de alguma dica para mulheres que viajam sozinhas? Conta para a gente!

0 comentários

Postar um comentário