5 dicas para quem quer trocar de faculdade

11 maio 2015


Oi. Meu nome é Kamylla, tenho 25 anos e estou na minha terceira graduação. Terminei um curso que adorava, fui parar em um que detestei e foi ele quem me incentivou a correr atrás da faculdade dos meus sonhos. Acho que essa foi uma das melhores decisões que já tomei na vida e, por isso, quero incentivar você a fazer a mesma coisa!

1. Tenha calma

Quando me formei em História, simplesmente entrei em pânico. Amava o curso que tinha acabado de concluir, mas não me sentia feliz com a perspectiva de entrar em uma sala de aula. Particularmente, acho que esse é o único motivo certo para desistir de uma profissão. Não há currículo ultrapassado, professor mala ou chefe insuportável que vá me fazer desistir de Jornalismo, por exemplo.

2. Reflita sobre as suas opções

Tire um tempo e reflita sobre tudo o que já fez, está fazendo e ainda tem vontade de fazer. Afinal, o que você já tem e pode ser aproveitado? O que você ainda precisa para chegar aonde quer? Quais são as suas prioridades na vida? Se necessário, anote todos os seus pensamentos. A saída para mim foi uma nova graduação, mas para você pode ser uma pós ou mesmo um curso extra!

3. Prepare-se ao máximo

Quando você definir qual é o seu próximo passo, comece a se preparar e dê o máximo de si para chegar lá. Sei que essas fases de transição são meio chatas e podem se tornar insuportáveis em alguns momentos, mas acredite na importância delas para alcançar o seu objetivo. O vestibular para Jornalismo foi o único em que eu tive saco para ler todas as obras recomendadas! Hahaha.

4. Não se preocupe com o que os outros vão dizer

Quando a gente bota na cabeça que quer mudar de profissão, todo mundo parece ter um conselho imperdível para dar sobre esse assunto. Mas, na grande maioria dos casos, isso não é verdade. Portanto, não deixe qualquer comentário abalar você. Tente se fortalecer por dentro e busque agir com o máximo de convicção. O que as outras pessoas pensam é problema delas.

5. Arrisque-se

Como diz aquela frase famosa de Shakespeare, "não passam de traidoras as nossas dúvidas, que às vezes nos privam do que seria nosso se não tivéssemos o receio de tentar". E é bem isso, galera. Deixei de começar o curso dos meus sonhos quando era mais nova por não ter acreditado na minha capacidade. E hoje, mesmo com todas as dificuldades, me sinto extremamente feliz por ter arriscado.

Mais alguém aí já trocou de curso? Como foi a experiência? Quero saber!

8 comentários

  1. Eu me formei em Gastronomia ano passado mas trabalho na área como freela porque tirei o ano para investir no blog e no canal, com isso eu penso bastante em fazer publicidade ou algo relacionado a mídias sociais - menos aquela faculdade para blogueiras porque ninguém merece- ou testar fazer cursos que vão me ajudar. As suas dicas me ajudaram a refletir e vou pensar mais sobre o assunto.
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Stephanie, se a sua intenção é viver do seu próprio blog, acho que uma nova graduação não vai fazer tanta diferença assim. Se eu fosse você, investiria em cursinhos de marketing digital, fotografia e coisas do tipo. É diferente do meu caso, por exemplo. Quero trabalhar em uma agência ou um veículo de comunicação que não é meu, então sei que vão exigir o diploma! Hahaha.

      Boa sorte. :)

      Excluir
  2. ô meio em dúvida ainda sobre a minha faculdade, aliás tô cursando jornalismo, mas ainda não tenho certeza se é o que realmente quero! Muito obrigada pelas dicas :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que a certeza chegue logo e que tu vá atrás do que realmente deseja! <3

      Excluir
  3. Fiz um ensino médio/técnico em eletrônica porque saí do fundamental amando matemática. Lá pelo final do curso percebi que detestava e fiquei meio que em pânico por não saber o que fazer. Depois de muita dúvida, pensar "eu não vou ter futuro com isso", acabei escolhendo o curso 1 mês antes de me inscrever na faculdade e vim parar na Letras (o curso que tu odiou né? rsrs). Eu, ao contrário, estou amando e não consigo me ver fazendo outra coisa :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Letras foi o curso dos meus pesadelos! HUEHUEHUEHE. Mas meu problema com ele não é sua ~natureza~, mas sim a instituição e as perspectivas de trabalho. Se bem que hoje eu vivo de produção e revisão de textos, não tô tããão longe assim. :P

      Excluir
  4. É tão bom encontrar algo que a gente se anime a estudar e se envolver... Pra mim a solução foi mudar de caminho através de pós-graduação, depois de penar na faculdade. E finalmente tô tentando perspectiva profissional e me convencendo que trabalhar talvez não seja o maior horror do mundo. :3

    Enfim, boa sorte e parabéns Myllazinha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu acho trabalhar muito melhor que estudar! HUEHUEHEUHE. Tu não precisa se preocupar fora das horas de tabalho e DINHEIROS.

      Saudades, sua linda. <3

      Excluir