Impressões de uma turista sobre o Rio de Janeiro

24 setembro 2015


Há alguns meses, quando tínhamos acabado de comprar os ingressos para o Rock in Rio, fiz um post sobre os lugares que gostaria de conhecer no Rio de Janeiro. A viagem aconteceu e eu consegui riscar toda a minha lista, mas em vez de ficar falando sobre os lugares, vou compartilhar impressões sobre a cidade – boas e ruins - do ponto de vista de quem nunca tinha visitado.

Muita beleza e história para um lugar só

Eu já sabia que a cidade era linda, seja por fotos, novelas ou pelo título de Cidade Maravilhosa. Mas ver ao vivo é simplesmente incrível. Os morros estão por todos os lados; o mar, os prédios antigos e os museus são mais do que eu esperava. Acho que poderia passar o dia inteirinho caminhando pelo Rio de Janeiro sem deixar de ficar maravilhada por cada detalhe.

Pessoas maravilhosas

Uma das coisas que me afastava da ideia de viajar para lá era o medo da violência. Não tem como negar que ela existe - inclusive, rolava uma onda de arrastões enquanto estávamos lá -, mas demos sorte: todas as pessoas com quem conversamos eram extremamente simpáticas e prestativas. Sempre havia alguém disposto a nos ajudar ou apenas puxar assunto, interessado pelo nosso sotaque. A única coisa que me deixava meio apreensiva era que as conversas geralmente terminavam com um “tomem cuidado, meninas”.

Odores nada agradáveis

Fiquei meio assustada com o mau cheiro em várias partes do Rio de Janeiro, seja de esgoto, urina ou lixo. A cidade em si não é suja em comparação a várias outras que já visitei, mas acredito que deve haver um sério problema de saneamento por lá. Imagino que o fato de ser uma cidade antiga e turística influencie nesse quesito, me lembrou um pouco de Paris.

Preços de doer o bolso

Definitivamente, o Rio de Janeiro não é uma cidade barata. Achei tudo bastante caro, principalmente em relação a alimentação e transporte.

Boa sinalização

Acredito que por ser uma cidade particularmente turística, os pontos são muito bem sinalizados. As placas indicando locais importantes estão por todos os lados e algumas também dão noção de distância, o que ajuda muito quando você não quer tirar o celular da bolsa para se localizar.

A conservação do patrimônio público

Este ponto é meio dúbio. Por um lado, existe um abandono de certas áreas que é muito triste. Vários prédios antigos e lindos nos arredores dos arcos da Lapa e da escadaria Selarón estão caindo aos pedaços, por exemplo. Por outro, prédios históricos como o Theatro Municipal e a Biblioteca Nacional estão passando por restaurações.

Metrô limpinho e rápido

Apesar de caro (chorando até agora com os R$ 3,70), o metrô do Rio, pelo menos nas linhas em que nós andamos, é novo, limpo e relativamente rápido. No primeiro dia ficamos bem espremidas nele, mas era horário do rush, compreensível. O bom é que passam muitos trens seguidos, então não tem problema em esperar por um mais vazio.

Já visitou o Rio? Concorda comigo ou teve alguma impressão diferente das minhas? Diz aí para a gente!

0 comentários

Postar um comentário